1 de outubro de 2008

"Lavando a louça" - comentário simples

Esses dias (2ºfeira à noite) me deparei com uma situação clássica: "lavando a louça depois de um dia de trabalho".
Quem nunca foi lavar a louça no final de um dia, ou um final de semana, um dia qualquer, uma hora qualquer e etc...(não pode ser por obrigação - tem que ser aquele momento em que vc tira mesmo pra fazer esse "servicinho" chato pra caralh...). Bom, continuando...quem já não colocou pra tocar no som da sala, da cozinha, ou wherever..., uma boa música - relax, ou, claro, um rock, e teve que limpar aquela porcaria toda que está atolada na pia há uns 3 ou 4 dias já!??? Pois é, foi assim que venho por meio daqui contar uma bela verdade: lavar a louça é uma terapia de graça. Quem nunca lavou uma louça e pensou demais na vida? Na sua própria vida. Nas coisas que fala, que escuta, que enxerga...que se faz presente no nosso dia a dia? Resumindo: se vc acha que é um sofrimento lavar a merda da louça...- relaxa, trate ela como uma "psicanálise" própria - pense sobre vc mesmo, sobre sua vida, sobre tudo aquilo que faz vc ser o que é todo dia. E, claro, o porque de tudo isso.

2 comentários:

Carô disse...

Agora que eu sei o qto feliz vc fica lavando louça, eu parei!! não lavo mais! :)
agora é só com vc.

Artur Thompsen Carpes disse...

Acontece exatamente isso comigo. Lavar a louça era a pior coisa que existia. Hoje consigo tirar proveito disso. A última vez que a pia estava cheia aproveitei para colocar o cd are you gonna go my way? e viajar na maionese. Dei risada com esse teu post. Afú fighters.