9 de outubro de 2008

"Tattoo Old School" - A tradição

Tradição pra mim é aquilo em que acredito. Tattoos são "tradições" puras. É difícil explicar o que é a sensação de tatuar ou ser tatuado. Pra mim, são coisas extremamente semelhantes, - já fiz os dois -, mas ser tatuado é algo como ser hipnotizado ou, simplesmente, limpo de alma. Ou seja, é uma limpeza espiritual e uma energização completa. Não sei porque todo ano tenho que me tatuar; não sei explicar nada disso, e digo logo: não é vício. Esse papinho de que "vicia" e etc...não existe pra quem realmente tem a paixão por esta arte. Eu costumava a ter uma regra básica - minha - não que eu esteja certo ou implantando uma idéia pra quem estiver lendo isso, mas a minha regra de segurança psicológica era: fazer 1 tattoo por ano. Bom, resumindo, minha primeira tattoo foi com 13 anos. Mas hoje, já não sou mais adepto a essa regra. Hoje, faço quando tenho vontade e quando consigo ter uma idéia de desenho+significado. Eu sempre desenhei minhas tattoos. Uma grande idéia minha, sempre foi de trocar idéia, lápis e papel junto ao tatuador. Sempre me risco(canetas e lapis), eu mesmo, com ele riscando junto, apagamos e riscamos umas 3 vezes no máximo e pronto! está feito o esboço pra comecar a sangrar. hehehehehe!
Uma das surpresas que tive há pouco tempo atrás foi essa da foto: é um desenho clááássssssicccoooo do desenhista Coop, ele é foda(aposto que todo mundo já vu um desenho dele por ai, mas nem sabe do que se trata ou de quem é); mas se vcs forem atrás do desenho original irão ver muitos e, ao mesmo tempo,  pequenos detalhes extremamente diferentes. Tudo se tornou o resultado da união de dois "gostos" diferentes, e artístas diferentes. (contando comigo tbm - são três). A tattoo ficou animal, melhor do que eu esperava.
Tattoo é uma arte milenar, talvez, a mais velha de todas da humanidade, e é sério mesmo. Eu andei estudando um tempo essa arte, tenho livros e etc...mas não sei explicar essa paixão.
Um dia ainda farei uma tattoo ao modo antigo japones: a técnica Irezumi. Quem quiser saber mais sobre isso, pesquise sobre o nome da família Horioshi. (japonesa)

2 comentários:

Carô disse...

cada um tem um pq da sua tattoo... tenho várias e amo as minhas... cada uma com o seu significado, mas essa sua realmente é maravilhosa!

Artur Thompsen Carpes disse...

Diabo 23.